Escola de Samba Unidos do Peruche

0

Departamento de Harmonia



Neste quesito, é avaliado o entusiasmo e o ritmo dos integrantes da escola. Se a escola de samba fosse um exército, o general da tropa seria o diretor de harmonia.
“É aquele termômetro que faz os componentes cantarem e vibrarem com empolgação em cima do ritmo da bateria, por isso a necessidade de ensaios se faz latente na escola, para que possamos ter certeza desse entrosamento.
“É muito importante porque você tem que estar integrado com a escola. Você tem que saber cantar, vibrar na Avenida”.
O diretor de harmonia tem que vibrar sem perder o entusiasmo durante todo o desfile. “A primeira coisa que você tem que fazer no quesito harmonia é tanto a escola como os componentes sentirem a responsabilidade que eles têm dentro do conjunto. Eles têm que entender que eles são parte da engrenagem da máquina da escola de samba; ele é a parte principal do nosso desfile”.
Para ganhar essa batalha, o treino é duro e sem descanso. “Às vezes, fechou a quadra, estamos indo embora no meio da rua, um puxa o refrão e todo mundo pára e começa a cantar de novo.  Essa brincadeira, essa dedicação e esse empenho é o que fazem o departamento de harmonia conseguir ganhar todas as bases, todos os departamentos da escola”, conta o diretor de harmonia.
A guerra é de confete, brilho e alegria, mas, durante o desfile, o Sambódromo é um território a ser conquistado. “Se você se propôs a vir na escola, eu acho que você tem que vestir a camisa e ir fundo.
Para tirar dez em harmonia, a escola não pode de jeito nenhum atravessar o samba. Isto acontece quando parte dos integrantes canta num ritmo diferente dos outros. O diretorl e seus assistentes tomam conta pra ninguém sair da linha.
O harmonia correndo; se o harmonia  correr no dia do desfile ou dentro da quadra demonstra o desentrosamento no departamento, porque o jurado está lá procurando um erro; se ele viu o harmonia correndo, vê que a coisa está errada”, diz ele.
É durante os ensaios que os componentes foliões conhecem o plano de ação da escola. E tudo com regras rígidas. “Não podemos esquecer que ninguém pode entrar com latinha de cerveja, máquina fotográfica, celulares, bolsas, camisas, roupas por baixo que sejam diferente da fantasia”.
Um descuido que pode significar muitos pontos perdidos para a escola. “Dá vontade, você quer fazer qualquer coisa na Avenida porque a empolgação é grande, mas temos que lembrar que estamos em uma disputa e temos que cumprir o que foi acordado por todos.